Berlim Nazista: um roteiro pela capital do III Reich

Não precisa dizer que Berlim está repleta de pontos que recontam a infeliz história do nazismo na Alemanha.

Com certeza durante o período  da Berlim Nazista, de 1933 até 1945, muitos dos prédios do centro estavam diretamente ligados às suas instituições.

Grande parte desses edifícios do centro de Berlim, entretanto, foi destruída.

Berlim nazista - Chancelaria

Como é o caso da antiga chancelaria nazista (Bundesarchiv, Bild 146-1985-064-24A / CC-BY-SA 3.0, Bundesarchiv Bild 146-1985-064-24A, Berlin, Neue Reichskanzlei, Gartenfront, CC BY-SA 3.0 DE)

Se você se interessa pela história do término da guerra, dá uma olhada nestes dois posts que escrevi aqui: Berlim, 1945: a paz não começa com o fim da guerra – parte I e parte II.


Sobrou alguma coisa da Berlim nazista?

Por ser uma história recente e tão marcante é comum que se queira ver de perto as construções e marcas do regime nazista.

E é por isso que escrevi esse post. Ele serve para aqueles visitantes ou moradores de Berlim que querem ver de perto onde tudo aconteceu, ver as marcas do regime nazista e explorar os seus memoriais.

Há alguns materiais disponíveis na internet e em livrarias que contam onde muita coisa ficava, mas onde hoje, infelizmente, não existe mais nada que realmente valha a pena o deslocamento.

Nós selecionamos alguns locais mais centrais relacionados à história nazista onde ainda há algo relevante para ser visto.

Então aqui vão algumas dicas numa ordem razoável para ver tudo caminhando.


Roteiro Berlim nazista: o que ver

Você pode começar, por exemplo, descendo na parada do ônibus 100 ou 200 chamada Staatsoper.

Se quiser ir de metrô, pode descer na estação de U6 Französische Strasse.


O memorial da queima dos livros

Os nazistas chegam ao poder no dia 30 de Janeiro de 1933.

Poucos meses depois, no dia 10 de maio do mesmo ano, estudantes e simpatizantes do regime invadem a biblioteca, onde hoje fica a Faculdade de Direito da Universidade de Humboldt, e queimam milhares de livros em praça pública.

Hoje, apesar da sutileza, encontramos um dos memoriais mais impactantes deste Roteiro Berlim nazista: uma placa com uma frase de Heinrich Heine e uma sala subterrânea com prateleiras brancas e vazias.

A frase de Heine foi escrita em 1820, mais de 100 anos antes do nazismo, e diz, numa tradução nossa pro português:

“Isso foi apenas um prelúdio: ali, onde se queimavam livros, ao final queimavam-se também pessoas.”

Memorial dos livros queimados Berlim Nazista

Começam queimando livros…

Para ler mais em detalhes sobre o memorial da queima dos livros, você pode entrar no meu post só sobre ele.

Onde: Bebelplatz | U6 Französische Strasse


Estação Friedrichstrasse 

Essa foi uma das estações utilizadas para a deportação de crianças judias antes do início da Segunda Guerra.

Aproximadamente 10.000 crianças judias de países como Alemanha, Áustria e Polônia foram salvas ao serem enviadas para a Inglaterra.

Aos pais não era permitido acompanhar seus filhos até as plataformas para que eles de última hora não agarrassem as crianças e causassem problemas.

Muitas crianças foram salvas, mas os pais foram quase todos assassinados nos campos de concentração.

Hoje há um belo e tocante memorial em homenagem às crianças.

Berlim nazista - Friedrichstr - Agenda Berlim

O trem da vida e o trem da morte – Memorial na Friedrichstrasse

Onde: Georgstrasse, bem na saída da estação | U6 e S-Bahn Friedrichstrasse


O Reichstag: o prédio do Parlamento alemão

O Parlamento Alemão pelo amigo Lucas Reis

O Parlamento Alemão pelo amigo Lucas Reis

Esse imponente edifício foi construído para ser o parlamento do Império Alemão (durou de 1871 até 1918).

Foi a partir deste prédio que a República foi proclamada em 9 de novembro de 1918 (já escrevi sobre essa polêmica data na Alemanha).

E, claro, foi aí onde houve o incêndio do Reichstag.

Até hoje motivo de discussão, o que se sabe é que um comunista holandês, em fevereiro de 1933, aparentemente com uma providencial facilitação dos nazistas, incendiou o prédio.

Hitler se utilizou do fato para pegar poderes especiais e controlar o governo com mais facilidade.

Hoje é um ponto imperdível que conta a história da Berlim Nazista, além de muito visitado por conta de sua moderna cúpula, reconstruída nos anos 90 depois de o fatídico incêndio de 33 ter destruído a original.

Nicole ensina nesse post aqui  como reservar a visita para a belíssima e moderna cúpula. Dá também pra reservar um café com bolo e aproveitar uma deliciosa tarde por lá. É só clicar.

Onde: Friedrich-Ebert-Platz| U55 Bundestag, Bus 100 Reichstag/Bundestag


Memorial do Holocausto: o antigo Goebbels’Palais 

Berlim nazista memorial holocausto Goebbels Palais

O memorial do holocausto fica no local do antigo Goebbels’Palais (Foto: Lucas Reis)

Nós já escrevemos um breve post sobre o memorial do holocausto aqui.

Mas a ideia desse post é falar um pouco de alguns pontos mais diretamente ligados ao governo da Berlim Nazista.

Onde hoje funciona o memorial, é exatamente onde Goebbels, o poderoso ministro da Propaganda, mandou construir seu palácio oficial. Tudo desenhado pelo arquiteto Albert Speer, o arquiteto de Hitler.

Para quem já assistiu ao filme Operação Valquíria e se lembra da cena em que um oficial nazista, Ernst Remer, vai prender Goebbels… foi bem aqui que isso aconteceu. Só que não no filme, na realidade mesmo.

Nós também já escrevemos um post sobre filmes que se passam em Berlim nesse link.

Onde: Kora-Berliner-Str. | U2 Mohrenstrasse


O local do Bunker de Hitler 

Esse foi o local onde Hitler passou os últimos dias e por fim se suicidou. Hoje não há nada além de uma placa para simbolizar onde tudo ocorreu.

Bunker Hitler Berlim nazista

E como ironia do destino, o antigo Bunker de Hitler é exatamente o local onde funciona um ordinário estacionamento. (Foto: Lucas Reis)

Para quem já assistiu ao filme “Ele está de volta”, que conta como seria se Hitler ressuscitasse em pleno século XXI: bem aí foi filmada a cena em que ele retorna, seja lá onde ele estava!

Nicole até já escreveu um post sobre o bunker.

Onde: In den Ministergärten | U2 Mohrenstrasse


Wilhelmstrasse: o centro da Berlim Nazista

Essa rua concentra uma grande quantidade de pontos históricos importantes do período da Berlim Nazista.

Claro que muito foi destruído, mas é possível caminhar por ela lendo as plaquinhas que ficam espalhadas por todo o trajeto. Aqui você tem como baixar um PDF mostrando tudo o que tinha nesta avenida (em inglês e alemão).

Mas vou apresentar aqui a vocês os pontos que achamos mais interessantes.


Antigo prédio da Luftwaffe: a força aérea nazista

Luftwaffe Berlim Nazista

Antigo Prédio da Luftwaffe

Esse prédio foi construído em 1936, mesmo ano das olimpíadas de Berlim e da construção do Campo de Concentração de Sachsenhausen.

Ele serviu como sede do Ministério de Força Aérea e é o maior exemplo de arquitetura nazista no centro de Berlim, já que foi um dos poucos que ficaram em pé depois dos bombardeios.

Claro que temos um post bem mais detalhado apenas sobre esse prédio, clica pra ver!

Onde: Wilhelmstrasse 97 | U2 Stadtmitte, Bus 200 ou M48 Leipziger Str./Stadtmitte


Antigo prédio do Ministério da Propaganda 

Foi a partir daqui que o mais jovem ministro do governo nazista, Joseph Goebbels, despachava.

Goebbels contava com nada menos que 1000 funcionários a sua disposição.

Era nesse prédio onde as medidas sobre quais palavras deveriam ser utilizadas nos meios de comunicação até quais artistas deveriam poder exercer seu trabalho eram tomadas.

No final da Guerra o prédio foi quase todo destruído, mas sobrou uma pequena parte visível hoje.

O antigo Ministério da Propaganda nazista é onde atualmente funciona o Ministério do Trabalho e de Assuntos Sociais.

O antigo Ministério da Propaganda nazista é onde atualmente funciona o Ministério do Trabalho e de Assuntos Sociais (Foto: Lucas Reis)

 

Onde: Zietenplatz | U2 Mohrenstrasse


Topografia do Terror

É o local onde funcionava a sede do Reichssicherheitshauptamt, ou seja, o Escritório Principal da Segurança do Reich.

Era um monstro burocrático que contava com mais de 50.000 funcionários engajados nas mais variadas polícias do regime; boa parte deles alocada no exterior.

Apesar de os prédios originais terem sido completamente destruídos, hoje o terreno abriga a Topografia do Terror, com uma exposição de fotos sobre o funcionamento da organização.

Coincidentemente, o muro de Berlim também veio a passar por lá.

Coincidentemente, o muro de Berlim também veio a passar por lá. (Foto: Lucas Reis)

Nesse post sobre museus de Berlim, Nicole falou também sobre a Topografia do Terror.

Onde: Niederkirchnerstr. 8 | U2 ou S1/S2 Potsdamer Platz, Bus M29 parada Wihelmstr/Kochstr, Bus M41 parada Abgeordnetenhaus


Outros pontos relacionados à Berlim nazista

Scheunenviertel: o antigo bairro Judeu

bairro judeu berlim nazista

O antigo bairro judeu é cheio de memoriais

Infelizmente, a história mais recente dos judeus de Berlim está também fortemente relacionada ao nazismo.

Nesse post, eu apresento a vocês o bairro judeu de Berlim e conto sobre alguns acontecimentos nele durante o regime nazista. Confere que vale a pena!


O memorial do protesto das mulheres

Esse é um memorial relativamente pouco conhecido aqui em Berlim e que conta uma história triste, mas belíssima.

Protesto Mulheres contra o Nazismo. Rosentrasse Berlim

O memorial relembra mulheres que protestaram contra o regime nazista.

Eu conto a história desse memorial aqui.


O Estádio Olímpico: casa das Olimpíadas de 36

Esse nosso último ponto já fica um pouco mais afastado, mas de metrô (com a linha U2) dá pra chegar rápido.

O Olympiastadion é mais um grande exemplo de arquitetura da Berlim nazista

O Olympiastadion é mais um grande exemplo de arquitetura da Berlim nazista

Por ficar fora do centro, não foi tão destruído como os demais prédios.

Ele foi construído durante o regime nazista para sediar os jogos olímpicos de 1936 em Berlim – também tem um filme sobre isso, Berlim 36. Tá nessa primeira lista de filmes que eu fiz

Claro que nós temos um post apenas sobre o Estádio Olímpico com todos os detalhes.


É isso! Espero que, com esse post, vocês, queridos leitores, tenham mais facilidade para explorar essa parte trágica, porém intrigante, da história alemã.

Fontes:
Livro: 111 Orte in Berlin auf den Spuren der Nazi-Zeit
Livro: Erinnerungsorte in Berlin
Site: Topographie des Terrors

+ história | + nazismo | + memoriais

Quem sou eu: Pacelli

Economista, mas apaixonado por filosofia, literatura, história e alta cultura, resolvi estudar os temas que aprecio em casa. Sempre procuro incluir essas temáticas nos meus posts sobre Berlim e Alemanha que você encontra por aqui.


Vale a pena comprar antecipadamente:


Que tal conhecer Berlim com a gente?

Nós saímos do Brasil e viemos para Berlim para iniciar uma atividade que nos traz muita felicidade: apresentar a vocês a cidade pela qual somos apaixonados.

Guia em Berlim, Passeio guiado em Berlim

Então se você está com viagem marcada para a capital alemã, entra em contato com a gente que será um prazer te acompanhar pela cidade mais interessante do mundo!


Não nos perca de vista! 

Pra receber em seu e-mail as novidades de Berlim e nossos posts completos é só assinar a nossa Newsletter.

Segue a gente no Facebook e no Instagram também!


Você quer organizar a sua viagem e ainda contribuir com o blog?

Você curte o nosso trabalho, pegou dicas legais aqui e gostaria de contribuir de alguma forma?

Nós fazemos parte de alguns programas de afiliados de empresas que conhecemos e confiamos. Se você usar algum de nossos links afiliados, nós ganhamos uma pequena comissão sem que você pague nada a mais por isso.

Não é massa?! Então abre e salva aí os nossos links no navegador de vocês:

Você pode usar esses links a qualquer momento e para qualquer tipo de serviço em qualquer lugar. Lembre-se apenas de salvá-los com o nosso número de afiliado ou de voltar aqui sempre que quiser usar algum deles.

A gente agradece de coração e interpreta como um sinal para continuar o trabalho por aqui! :)


Compartilhe o nosso trabalho:

Falar do nosso trabalho, comentar e compartilhar com os amigos é uma ótima maneira de nos ajudar a crescer!

Então vai lá, fala da gente pra alguém hoje... :)

13
9

9 Comments

  1. Rafael Boro 28/09/2016 Reply

    Olá, Pacelli
    Tudo bem?
    Gostei bastante do post. Eu fiz um roteiro muito parecido com esse quando estive aí em 2011. Muito bom para matar a saudade! 🙂
    Um grande abraço!

    • Author
      Pacelli 03/10/2016 Reply

      Que bom que gostou, principalmente vindo de você. Escrevesse sobre esse roteiro? Vamos rever alguns desses quando vocês vierem.
      Abraços

  2. Susiane 16/10/2016 Reply

    Parabens Pacelli e Nicole, otimo trabalho! Detalhado e claro. Excelente para principiantes pois é de facil entendimento. Abraços

    • Nicole 21/10/2016 Reply

      Obrigada, Susiane, é uma delícia receber comentários assim!
      Abraços!!

  3. Pedro Henriques 03/09/2017 Reply

    Berlim é uma cidade que respira história,, principalmente a do séc. XX. Eu fiz uma boa parte dos locais que mencionas e fiquei com a sensação de viajar no tempo. Fantástico!

    • Nicole 08/09/2017 Reply

      Que bacana, Pedro. Fico feliz! Obrigada pelo comentário aqui!

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.