O Estádio Olímpico de Berlim

O Olympiastadion é o grande estádio olímpico de Berlim. Como tudo por aqui é cheio de história, com essa bela arena não seria diferente.

Estádio Olímpico de Berlim

Entrada do Estádio Olímpico de Berlim

A história do Estádio Olímpico de Berlim

Já em 1913 havia um centro esportivo no local onde ocorreriam os jogos olímpicos de 1916. Esse centro tinha sido inaugurado com toda pompa pelo próprio imperador Wilhelm II. Por conta da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), os jogos de 16 não ocorreram.

A guerra acabou, a monarquia na Alemanha caiu, a República de Weimar foi estabelecida e durou até o início de 1933, quando Hitler e os nazistas chegam ao poder. Mais uma vez Berlim foi selecionada para sediar as Olimpíadas. Dessa vez, por pouco, os jogos não foram cancelados mais uma vez.

Os jogos seriam em Berlim, tendo como arena principal o Olympiastadion. Hitler já estava no poder e viu uma grande oportunidade para intensificar a propaganda nazista. Logo mandou construir um enorme estádio para impressionar o mundo e pôs a obra sob o comando do arquiteto Werner March.

Estádio Olímpico de Berlim

Colunas do Estádio

O estádio deveria parecer moderno e imponente, mas também deveria lembrar o passado glorioso de um império e, por isso, assemelhar-se com o Coliseu romano, pois verdadeiras batalhas seriam travadas por lá.

Estádio Olímpico de Berlim

Nike, a deusa da Vitória, com estética nazista

O Olympiastadion é, junto ao prédio da Luftwaffe, o melhor exemplo em bom estado de conservação da arquitetura nazista.

As Olímpiadas de 1936

Hitler durante os jogos de 1936

Hitler durante os jogos de 1936

No dia 1 de Agosto de 1936 os jogos foram declarados abertos pelo Chanceler Adolf Hitler.

Estádio Olímpico de Berlim

A tribuna de honra, antigamente ainda mais pra frente, era onde Hitler assistia aos jogos.

Apesar de a Alemanha ter sido a grande campeã, com 33 medalhas de ouro (EUA em segundo com 24), o maior destaque foi o atleta negro americano Jesse Owens. O americano conseguiu 4 medalhas de ouro, pondo em xeque as teorias de superioridade da raça ariana muito disseminadas na Alemanha de Hitler.

Estádio Olímpico de Berlim Jesse Owens

O quadro de vencedores. Nele, dá pra ver o nome de Owens 3 vezes.

Os jogos olímpicos de 1936 os primeiros abertos com a cerimônia de passagem da tocha olímpica. O local onde a pira foi acesa ainda pode ser visto no Estádio.

Estádio Olímpico de Berlim pira olímpica

Local da pira olímpica

Depois da guerra, o estádio ficou sob domínio dos britânicos.

As Copas do Mundo de 74 e 2006

Em 1974 a Copa do Mundo de Futebol foi na Alemanha, e o estádio Olímpico de Berlim foi o palco de vários jogos importantes, como Alemanha Ocidental (na época ainda havia duas Alemanhas) x Chile. A Alemanha Ocidental venceu por 1 a 0 e foi campeã, mas a final foi em Munique.

Nossa querida seleção brasileira jogou no estádio, contra a Alemanha, em duas ocasiões, em 1973, em um amistoso, e em 2004. Este último foi depois da última grande reforma do estádio, já que ele viria a ser usado na copa de 2006, que também foi na Alemanha. A abertura da copa de 2006, com o jogo Brasil x Croácia, também foi nele.

Estádio Olímpico de Berlim

No vestiário, o guia contando o que aconteceu com a seleção em 2004… (atrás o quadro tático)

Uma curiosidade que os guias do estádio contam é que a seleção brasileira, em 2004, se perdeu dentro do estádio minutos antes da partida. A ideia era achar um caminho mais curto do vestiário até o gramado, mas a estratégia não deu certo e por isso o jogo começou com atraso.

Atraso na Alemanha é coisa séria, daí a vingança germânica com o 7×1! (¬¬).

A estrutura do Olympiastadion

Hoje o estádio pertence à cidade de Berlim e tem capacidade para mais de 74 mil pessoas confortavelmente e é frequentemente alugado pelo time daqui, o Hertha Berlin. É por isso que se vê muito azul e branco. É também considerado um estádio 5 estrelas pela UEFA e tem uma estrutura invejável tanto para os jogadores quanto para os visitantes.

Vestiário

Vestiário

Hidromassagem

Hidromassagem

Capela dourada no subsolo

Capela dourada no subsolo

Arquibancadas

Cadeiras

Arquibancadas

Arquibancadas

Mais uma curiosidade: o mascote do Hertha se chama Hertinho, por causa do nosso diminutivo em português. A pronúncia dos alemães pra Hertinho é quase tão bonitinha quanto o bichinho.

Mas não só de futebol vive o Olympiastadion, aqui também acontecem shows, como o de AC/DC e U2. Vários outros eventos esportivos ocorrem no local, o próprio Usain Bolt já venceu provas por aqui.

Como chegar

A entrada no Estádio custa € 8,0 por pessoa,  € 5,50 reduzido. Para visitar a parte de vestiários e capela você precisará fazer um tour guiado por lá. Nós fizemos o Highlight tour e gostamos bastante. Mais informações direto no site do Olympiastadion.

Você pode chegar lá pegando o U2 em direção a Ruhleben ou ao Olympiastadion – e descer lá. Também é possível ir com o S-Bahn S5, em direção a Spandau, e descer em S Olympiastadion. As duas estações são próximas da entrada do estádio.

Para saber mais sobre transportes em Berlim, clique aqui.

Dica: não deixa de conhecer a lojinha do estádio Olímpico de Berlim depois do passeio. Mesmo que não queira comprar nada, vale a pena dar uma olhada no troféu da Copa da Alemanha (DFB-Pokal) e também no vídeo que eles exibem; tem em inglês e em alemão.

Estádio olímpico berlim Copa da Alemanha

O troféu da Copa da Alemanha

No dia 6 de Junho agora, todos os olhos que se interessam minimamente por futebol estarão vidrados no Olympiastadion. É lá que acontecerá a final da Champions League. E agora você ainda vai olhar pro Estádio Olímpico de Berlim com outros olhos.

Estádio Olímpico de Berlim - AgendaBerlim.com 23

Vale a visita.

Posts relacionados:

O antigo prédio da Luftwaffe
Berlim, 1945: a paz não começa com o fim da guerra (parte 1)
Conheça o sistema de transportes de Berlim
Como calcular a sua rote pelo site da BVG (empresa de transportes de Berlim)
+ Segunda Guerra Mundial

Quem sou eu: Pacelli

Economista, mas apaixonado por filosofia, literatura, história e alta cultura, resolvi estudar os temas que aprecio em casa. Sempre procuro incluir essas temáticas nos meus posts sobre Berlim e Alemanha que você encontra por aqui.


Vale a pena comprar antecipadamente:


Que tal conhecer Berlim com a gente?

Nós saímos do Brasil e viemos para Berlim para iniciar uma atividade que nos traz muita felicidade: apresentar a vocês a cidade pela qual somos apaixonados.

Guia em Berlim, Passeio guiado em Berlim

Então se você está com viagem marcada para a capital alemã, entra em contato com a gente que será um prazer te acompanhar pela cidade mais interessante do mundo!


Não nos perca de vista! 

Pra receber em seu e-mail as novidades de Berlim e nossos posts completos é só assinar a nossa Newsletter.

Segue a gente no Facebook e no Instagram também!


Você quer organizar a sua viagem e ainda contribuir com o blog?

Você curte o nosso trabalho, pegou dicas legais aqui e gostaria de contribuir de alguma forma?

Nós fazemos parte de alguns programas de afiliados de empresas que conhecemos e confiamos. Se você usar algum de nossos links afiliados, nós ganhamos uma pequena comissão sem que você pague nada a mais por isso.

Não é massa?! Então abre e salva aí os nossos links no navegador de vocês:

Você pode usar esses links a qualquer momento e para qualquer tipo de serviço em qualquer lugar. Lembre-se apenas de salvá-los com o nosso número de afiliado ou de voltar aqui sempre que quiser usar algum deles.

A gente agradece de coração e interpreta como um sinal para continuar o trabalho por aqui! :)


Compartilhe o nosso trabalho:

Falar do nosso trabalho, comentar e compartilhar com os amigos é uma ótima maneira de nos ajudar a crescer!

Então vai lá, fala da gente pra alguém hoje... :)

10
11

11 Comments

  1. Mais um motivo para voltar. No estádio eu não fui. Os anéis olímpicos também foram inventado na olimpíada de 1936. 🙂 Adorei o post. Assim conheci mais um lugar que não conhecia.

    • Nicole 29/04/2015 Reply

      Que legal, Cris! Essa dos anéis a gente não sabia ;D
      Obrigada por passar aqui no blog! Quem sabe você não volta aqui no III EEBB? 😀
      Beijinhos

  2. Cristina 29/04/2015 Reply

    Que as meninas de Madrid não me escutem, mas meu voto é para Berlim! 🙂 Tenho que voltar. Faltou muita coisa para eu ver.
    Na verdade, toda estas festa de abertura e todos os símbolos das olimpíadas foram invenção dos nazistas, pois para eles tudo era um espetáculo. 🙂

    Beijo

    • Nicole 29/04/2015 Reply

      hahaha gostei, gostei 😀
      Estamos pensando já na organização do encontro aqui em Berlim. Vamos torcer para termos essa chance!
      Beijos!

  3. Luiza 25/10/2016 Reply

    Olá! Voce sabe se tem tour com aqueles audios que nao sao de celular? Estou amando o blog! Parabéns!

    • Author
      Pacelli 26/10/2016 Reply

      Olá, Luiza. Então, eu nunca vi ninguém com audioguide por lá. Dei uma olhada no site deles e não encontrei. Uma dica é, se você entender bem inglês, assistir ao vídeo que fica passando na loja do Estádio, logo na entrada. Esse vídeo já faz um excelente apanhado histórico do local.

      • Luiza 28/10/2016 Reply

        Muito obrigada!

  4. Carmen Arroyo 08/11/2017 Reply

    Um fato histórico as olimpiadas do Berlim, tambem por Jesse Owens. Os filmes que são baseados em eventos reais são muito inspiradores, eu realmente gosto de conhecer essas histórias e revivê-las no cinema é uma experiência maravilhosa. Sempre este tipo de produções deixa uma ótima aprendizagem. Desta vez fiquei encantada com o filme Raça, a história é realmente bonita. O elenco faz um ótimo trabalho

    • Nicole 10/11/2017 Reply

      Que dica maravilhosa, Carmen, obrigada!
      Vamos conferir o filme! 🙂

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.