fbpx

Nicole Plauto

Venho de uma tradicional família de classe média recifense, sou filha de um professor com uma fisioterapeuta, e irmã caçula de três filhas. Um dos meus maiores orgulhos foi ter aprendido a ler e escrever (sozinha!) aos 3 anos de idade, o que me permitiu desde cedo desenvolver o amor à leitura. Livros eram os melhores presentes que eu recebia; e até hoje me lembro muito bem de um amigo da família que, por trabalhar numa grande editora, trazia consigo uma pilha enorme de livros sempre que me encontrava (não era tão frequente assim, cerca de 2 vezes ao ano). Foi maravilhoso ouvir um depoimento emocionado desse mesmo amigo da família durante a minha festa de despedida do Brasil, 20 anos depois.

Pelo meu amor à comunicação, minha mãe logo me pôs para aprender inglês. Em Recife era ainda raro aprender inglês tão novinho, e a minha mãe teve que rodar pela cidade para encontrar uma escola que me aceitasse como aluna. Hoje em dia é super comum aprender inglês nos primeiros anos de vida, né? Eu pelo menos achava ótimo! Na minha adolescência apaixonei-me pelo desafiante idioma alemão. Uma boa escola do idioma me proporcionou também o contato com a cultura alemã, com os filmes, com a literatura,  com o modo de viver e de ver a vida. Coloquei na minha cabeça que um dia iria morar na Alemanha.

Como adolescente não foi possível seguir com esse meu sonho, mas já na faculdade de Economia da UFPE, tive a oportunidade de viajar para um Congresso em Portugal (na verdade, foi o Encontro Mundial de Empresários Juniores). Aproveitei o pé na Europa e dei um pulinho em Berlim. Foram três dias. TRÊS DIAS e nada mais foi necessário para que eu me apaixonasse completamente pela cidade, a ponto de dizer a mim mesma que era A cidade em que eu iria morar. Três anos depois eu cumpriria minha promessa interna.

Antes de vir morar em Berlim, eu fiz um intercâmbio de 1 ano como AuPair – em que eu morei com uma família alemã, cuidei de três crianças e ganhei uma segunda família. Eu participei ativamente da educação das três crianças alemãs e pude observar as diferenças culturais entre as famílias alemãs e brasileiras. O meu ano como AuPair foi imprescindível para formar a minha imagem em relação à cultura e costumes alemães, pois foi quando estive totalmente inserida em sua sociedade. Algumas impressões que tenho sobre os alemães em geral vocês vão poder conhecer ao longo dos meus posts aqui no blog.

Para aprofundar e/ou confontrar o meu empirismo, fiz um curso de 1 semestre sobre “Cultura e Costumes alemães”. Um ano depois, já na Universidade Humboldt de Berlim, cursei também a disciplina “História alemã no Pós-Guerra” com aprofundamento na história da cidade de Berlim. Apaixonada pela história e pela cidade, eu não me canso de visitar museus e de ler acerca de temas relacionados. É um grande prazer compartilhar essas minhas paixões com vocês. Espero que vocês se divirtam tanto quanto eu!

 nicoleplauto@hotmail.com

  +49 157 35702868

Meu perfil no Google+: +Nicole Plauto

Dá uma olhada aqui nos textos escritos por mim!

Se você tem interesse em algum dos nossos serviçosentra em contato com a gente!

Berlim, por quem mora e é apaixonado pela cidade.

Saiu no Agenda Berlim