Restaurante indiano: tudo culpa de Nicole!

Fachada do AMRIT na Oranienburger Str. (Mitte)

Restaurante indiano na Oranienburger Str.

Desde que nós moramos aqui em Berlim nós sempre passávamos pela Oranienburger Straße para encontrar alguém, comer alguma coisa ou simplesmente para bater perna, como gostamos de fazer.

Eu sempre fiquei de olho em um restaurante indiano nessa rua movimentada; primeiro porque ele sempre estava bem frequentado e segundo pelo cheiro de exóticos temperos.

Era de tarde num dia de semana, de noite fica cheio

Era de tarde num dia de semana, de noite fica cheio

Diferentemente de Nicole, eu sempre me arrisco muito provando comidas diferentes.

A verdade por trás disso não é que eu sou corajoso e topo qualquer coisa, mas porque eu como e gosto de tudo. O problema é que sempre que estávamos nos arredores dessa rua, tínhamos uma enorme oferta de restaurantes italianos, franceses, alemães, mexicanos, burguerias etc. Isso significa que Nicole (e Nicole com fome, o que é muito pior), jamais, jamais toparia encarar um restaurante desconhecido de uma culinária desconhecida.

E assim eu passei anos (exatamente 2, o que já me permite o uso do plural) namorando não só Nicole, mas também aquele restaurante indiano. Mesmo assim, infelizmente não poderia ter os dois ao mesmo tempo.

Depois de todo esse tempo, surgiu-me a oportunidade tão sonhada.

Um grande amigo, também apreciador e aventureiro de um bom prato, veio nos visitar. Ele já tinha experiência em vários restaurantes indianos, mas topou ir comigo. Entretanto nos faltava a oportunidade de despistar Nicole e ir até lá. A chance finalmente apareceu, Nicole recebeu uma visita e foi encontrá-la.

Era perfeito, Nicole não diria: “Menino, tu vai gastar dinheiro num restaurante que tu não conhece, com uma comida que tu mal conhece. Mimimimi!!!


O meu primeiro – e único – restaurante indiano em Berlim

Eu e nosso amigo pedimos carne de cordeiro, o meu prato passava 12 horas marinando num molho cheio de especiarias antes de cozido.

Na primeira garfada eu achei aquele prato muito bom e atribuí isso à minha parca experiência com comida indiana, afinal, aquilo podia ser sempre delicioso daquele jeito. Mas meu muito experiente amigo discordou, e disse que o prato dele estava especialmente bom. Isso deu maior crédito ao restaurante.

Finalmente Nicole liga e me pergunta onde eu estou. Fiquei nervoso, mas confessei. Ela ia nos encontrar lá, já que eu não tinha terminado. Quando ela chega: “Mimimimi!!!” Eu peguei o garfo rapidamente e o coloquei junto com um pedaço do macio e delicioso cordeiro com seu molho especial na boca de Nicole!
Em cima o cordeiro milagroso

Em cima, o cordeiro milagroso

Finalmente, hoje, Nicole não tem mais ciúmes do restaurante e eu posso ter os dois ao mesmo tempo.

Ela agora me acompanha TODA VEZ que eu vou lá. Mas eu ainda não a perdoei de sua culpa por ter me feito demorar tanto para conhecê-lo. Ela terá que pagar várias contas.

– 
Ambiente do AMRIT da Oranienburger Str.

Ambiente do AMRIT da Oranienburger Str.

–  

Como você já deve ter percebido, esse belo restaurante indiano em Berlim se chama AMRIT.

Existem quatro unidades dele na cidade, já fomos a três e as comidas são igualmente boas. Preferimos o ambiente da Oranienburger Straße, mas o da Potsdamer Platz é mais bem localizado em relação aos pontos turísticos.

– 
Ambiente do AMRIT da Oranienburger Str.

Ambiente do AMRIT da Oranienburger Str.

Detalhes do ambiente

Detalhes do ambiente

 

Detalhes do ambiente do AMRIT da Oranienburger Str.

Detalhes do ambiente do AMRIT da Oranienburger Str.


Onde fica

1: Oranienburger Strasse 45 | 10117 Berlin – Mitte (Antigo bairro judeu)

2: Ebertstrasse 14 / Voßstrasse | 10117 Berlin – Mitte (Potsdamer Platz)

3: Oranienstrasse 202/203 | 10999 Berlin – Kreuzberg

4: Winterfeldtstrasse 40 | 10781 Berlin – Schöneberg


O que comer e quanto custa

O valor dos pratos fica entre 11 e 18 euros.

O que recomendo é o prato de número 62, que é o cordeiro que conquistou a todos – e custa 11.90.

Mas já comemos também os de número 70 e 72 (peixe) e são também muito bons.

Dica especial:

Eles também tem menu de almoço de segunda a sexta, das 11h às 17h com opções de 5.50 a 6.90 euros. Todos os pratos vem com arroz e salada; no menu de almoço também com pão.

Dá uma olhada no site do restaurante Amrit para informações atualizadas.

Você conhece o AMRIT? Aprovou? Já provou comida indiana?

Conta a sua experiência pra gente aqui nos comentários.

Quem sou eu: Pacelli

Economista, mas apaixonado por filosofia, literatura, história e alta cultura, resolvi estudar os temas que aprecio em casa. Sempre procuro incluir essas temáticas nos meus posts sobre Berlim e Alemanha que você encontra por aqui.


Vale a pena comprar antecipadamente:


Que tal conhecer Berlim com a gente?

Nós saímos do Brasil e viemos para Berlim para iniciar uma atividade que nos traz muita felicidade: apresentar a vocês a cidade pela qual somos apaixonados.

Guia em Berlim, Passeio guiado em Berlim

Então se você está com viagem marcada para a capital alemã, entra em contato com a gente que será um prazer te acompanhar pela cidade mais interessante do mundo!


Não nos perca de vista! 

Pra receber em seu e-mail as novidades de Berlim e nossos posts completos é só assinar a nossa Newsletter.

Segue a gente no Facebook e no Instagram também!


Você quer organizar a sua viagem e ainda contribuir com o blog?

Você curte o nosso trabalho, pegou dicas legais aqui e gostaria de contribuir de alguma forma?

Nós fazemos parte de alguns programas de afiliados de empresas que conhecemos e confiamos. Se você usar algum de nossos links afiliados, nós ganhamos uma pequena comissão sem que você pague nada a mais por isso.

Não é massa?! Então abre e salva aí os nossos links no navegador de vocês:

Você pode usar esses links a qualquer momento e para qualquer tipo de serviço em qualquer lugar. Lembre-se apenas de salvá-los com o nosso número de afiliado ou de voltar aqui sempre que quiser usar algum deles.

A gente agradece de coração e interpreta como um sinal para continuar o trabalho por aqui! :)


Compartilhe o nosso trabalho:

Falar do nosso trabalho, comentar e compartilhar com os amigos é uma ótima maneira de nos ajudar a crescer!

Então vai lá, fala da gente pra alguém hoje... :)

8
9

9 Comments

  1. Fernanda Scafi 09/12/2014 Reply

    Não sou muito chegada em comida diferente pq morro de medo de ser apimentada demais!!! rs Eu estudava aí pertinho da Oranienburger Strasse e o pessoal da minha classe sempre ia nos indianos da rua, mas não para comer e sim para beber! Eles têm coquetéis (sex on the beach, mojito, caipirinha, blue curaçao e todos do gênero) por 4,90 (alguns por 5,90) euros a noite inteira e o pessoal gostava muito além de ser um dos lugares mais baratos que conheciam! Eu fui nesse aí uma vez e no Mirchi (na mesma quadra), 2x.

    • Author
      Pacelli 09/12/2014 Reply

      Oi Fernanda! O legal é que lá tem a sinalização no menu informando quando é apimentado ou não. Esse prato de cordeiro que falamos não tem pimenta nenhuma.
      Muito bom saber que o ambiente é legal para beber com os amigos também! Valeu 😀

  2. kkkk! Dona Nicole! Fazendo isto com o namorado??? Confesso…eu ainda não comi em um restaurante indiano e aqui tem vários! Sempre vou no mesmo, comida espanhola. Adorei o texto. Beijos.

    • Nicole 10/12/2014 Reply

      Tu acha, Cris?? Esse menino é um exagerado! hahaha
      Mas demorei pra aceitar o indiano mesmo – e hoje em dia ADOOORO!
      Beijoss

  3. kkkk… Que menino! Contando exageros por aqui e ainda te deixando mal na fita. 😛
    O importante é que hoje vc adora! 😉

    • Nicole 12/12/2014 Reply

      hahaha pois éee!! Beijinhos e obrigada por passar aqui!

  4. Bárbara Carolina Vidal 26/04/2016 Reply

    Amo amo amo amo amo o Amrit!!!! Meu indiano favorito na cidade!!!

    • Author
      Pacelli 04/05/2016 Reply

      A gente também adora (depois que Nicole topou ir…)

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.