Das Sammellager: memorial à sinagoga destruída

Hoje faz exatos 70 anos que o campo de Auschwitz foi libertado pelos soviéticos.

Em homenagem a esse momento, queremos apresentar a vocês um memorial todo especial na cidade de Berlim.

Das Sammellager em Berlim

Das Sammellager em Berlim

Pra quem mora em Berlim, ser surpreendido com história em cada cantinho não é raro. Pra mim, esse é um dos motivos de Berlim ser a minha cidade favorita.

Quando você tem que desviar um pouco o seu caminho e passar num local diferente como pra fazer um exame que nunca precisa, ter que comprar algo específico, cochilar no metrô e ter que pegar fazer uma rota diferente, você provavelmente vai esbarrar em algum memorial que nunca viu antes.

Frequentemente os menos conhecidos são bem discretos, mas quando a gente vai pesquisar a história por trás, somos bem recompensados.

A Noite dos Cristais

Antiga sinagoga em Moabit

Não muito longe de onde moramos havia uma sinagoga que foi depredada durante a Noite dos Cristais, em 9 de Novembro de 1938.

Essa foi a noite em que os nazistas começaram a perseguir e humilhar os judeus com maior intensidade, e tem esse nome por conta das vitrines das lojas dos judeus quebradas por todo o país. Só nessa noite, mais de 30.000 judeus foram presos na Alemanha.

Em Berlim, uma das sinagogas menos destruídas foi a da Levetzowstrasse, em Moabit. Ela era também uma das maiores sigagogas da cidade.

Das Sammellager: sinagoga como local de concentração

Pouco destruída, a sinagoga foi utilizada como um pequeno local de concentração de judeus a partir de outubro de 1941.

Mais de 1000 judeus se concentraram ali por dois dias antes da marcha. Cada um podia levar até 50 quilos consigo. Muitos achavam que depois de um tempo trabalhando, poderiam retornar.

Das Sammellager

Das Sammellager

No fim do segundo dia, a marcha dentro da capital começou; da sinagoga até a distante estação de Grunewald. O destino final eram campos de concentração na Polônia, a maioria foi enviada para Auschwitz.

O memorial

A sinagoga parcialmente destruída foi utilizada como local de concentração até junho de 1942, quando foi bombardeada.

Em 1956 ela foi finalmente demolida. Hoje podemos ver esse memorial em homenagem àquelas pessoas que lá tanto sofreram.

Das Sammellager em Berlim

Das Sammellager em Berlim

 

Das Sammellager em Berlim

Das Sammellager em Berlim

Das Sammellager em Berlim

Das Sammellager em Berlim

Placa com as datas, quantidades e destinos dos judeus enviados da antiga sinagoga

Placa com as datas, quantidades e destinos dos judeus enviados da antiga sinagoga

Se você se interessa pelo tema judeus e segunda guerra, dá uma olhada também em nosso post sobre o Memorial do Holocausto e o Campo de Concentração Sachsenhausen.

Como chegar

O memorial fica na Levetzowstrasse 7-8.

Para chegar lá, você pode pegar o U-Bahn (metrô) U9 até Hansaplatz. De lá dá uns 10 minutos de caminhada.

Aprenda a calcular a sua rota de metrô e trem em Berlim aqui.

Há também várias opções de ônibus (101, 106 e 245) até a parada Alt-Moabit/Gotzkowskystr. De lá são só 5 minutos até o memorial à sinagoga destruída.

Precisando de um guia brasileiro em Berlim?

Dá uma olhada no que a gente pode ajudar e entra em contato com a gente!

Berlim, por quem mora e é apaixonado pela cidade.

Quem sou eu: Pacelli

Economista, mas apaixonado por filosofia, literatura, história e alta cultura, resolvi estudar os temas que aprecio em casa. Sempre procuro incluir essas temáticas nos meus posts sobre Berlim e Alemanha que você encontra por aqui.


Vale a pena comprar antecipadamente:


Que tal conhecer Berlim com a gente?

Nós saímos do Brasil e viemos para Berlim para iniciar uma atividade que nos traz muita felicidade: apresentar a vocês a cidade pela qual somos apaixonados.

Guia em Berlim, Passeio guiado em Berlim

Então se você está com viagem marcada para a capital alemã, entra em contato com a gente que será um prazer te acompanhar pela cidade mais interessante do mundo!


Não nos perca de vista! 

Pra receber em seu e-mail as novidades de Berlim e nossos posts completos é só assinar a nossa Newsletter.

Segue a gente no Facebook e no Instagram também!


Você quer organizar a sua viagem e ainda contribuir com o blog?

Você curte o nosso trabalho, pegou dicas legais aqui e gostaria de contribuir de alguma forma?

Nós fazemos parte de alguns programas de afiliados de empresas que conhecemos e confiamos. Se você usar algum de nossos links afiliados, nós ganhamos uma pequena comissão sem que você pague nada a mais por isso.

Não é massa?! Então abre e salva aí os nossos links no navegador de vocês:

Você pode usar esses links a qualquer momento e para qualquer tipo de serviço em qualquer lugar. Lembre-se apenas de salvá-los com o nosso número de afiliado ou de voltar aqui sempre que quiser usar algum deles.

A gente agradece de coração e interpreta como um sinal para continuar o trabalho por aqui! :)


Compartilhe o nosso trabalho:

Falar do nosso trabalho, comentar e compartilhar com os amigos é uma ótima maneira de nos ajudar a crescer!

Então vai lá, fala da gente pra alguém hoje... :)

5
6

6 Comments

  1. Eleazar de Castro Ribeiro 21/02/2017 Reply

    Prezados Nicole e Pacelli, moro em Fortaleza e em junho do ano passado, completei um ciclo de 10 anos visitando lugares da II GM na Europa. Agora estou escrevendo um livro sobre o assunto e estarei de volta a Munique e Berlim, para checar algumas informações, ver locais não vistos e tirar fotos. Parabéns pelo blog, muito bem organizado e rico em informações. Usei muitas delas, mas saberei dar os créditos no livro. Quem sabe poderemos nos encontrar em Berlim, onde estarei nos dias 23 a 28 de maio. Um abraço!

    • Nicole 22/02/2017 Reply

      Olá, Eleazar! Que maravilha, será um prazer encontrar você por aqui. Por favor nos avise quando estiver mais próximo da data para marcarmos algo e descobrirmos mais sobre o seu livro. 😉
      Abraços.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.