Cotidiano e arte de rua em Berlim: explorando o bairro de Kreuzberg

O Bairro de Kreuzberg (lê-se Cróits-berg) é hoje um dos bairros mais famosos de Berlim. Conhecido como bairro turco, ou como pequena Istambul, boa parte dos moradores sequer tem o passaporte alemão. A maioria deles tem ascendência turca. Depois da II Guerra Mundial, a Alemanha precisava de muita mão de obra para poder reconstruir o país e chamou os turcos para trabalhar. É considerado um dos bairros mais densos do mundo, onde aproximadamente 60.000 pessoas por km² moram e também um dos centros artísticos, culturais e de vida noturna da capital alemã.

Inicialmente o que hoje é Kreuzberg não passava de uma região rural e afastada do centro de Berlim. A região ganhou esse nome depois que o monumento projetado por Friedrich Schinkel, em comemoração às guerras de libertação, foi posto onde hoje é o Viktoriapark. Esse monumento é basicamente uma cruz belíssima (parece uma torre de uma catedral) em cima de uma montanha, daí o nome Kreuz (cruz) e Berg (montanha). A vista a partir desse ponto é uma das melhores da cidade, vale a pena gastar as pernas pra subir lá. Aconselho levar uma(s) cerveja(s) pra tomar enquanto aproveita a vista. Ou você pode comprar um tradicional Döner Kebab no Mustafas e levar pra comer lá.

A partir da intensa industrialização alemã, já na segunda metade do século XIX, é que o bairro passa a ser mais habitado. Nessa época, várias indústrias são instaladas no bairro assim como são construídos os prédios residenciais dos trabalhadores. Durante os bombardeios da guerra, alguns quarteirões foram completamente destruídos, outros ficaram praticamente intactos. Ainda hoje é possível ver que o estado de conservação de vários dos prédios do bairro é bem precário. Parte dessa situação é devida às fortes regulamentações do mercado imobiliário, o que deixou a região pouco atrativa para investimentos e manutenção.

Kreuzberg ficou no setor americano logo depois da guerra e foi onde vários funcionários do governo americano moraram. O bairro virou então a principal porta de entrada para a cultura americana na Alemanha, trazida principalmente pelos filhos desses funcionários. Os movimentos punk, rap, hip hop encontraram por lá um excelente ponto de disseminação. Hoje em dia o bairro também recebe muitos visitantes interessados nos grafites espalhados em suas ruas.

Uma excelente área para encontrar os grafites mais famosos do bairro é a próxima à estação de metro U1-Bahn Schlesisches Tor.

Da Schlesisches Tor você pode andar em direção à Ponte Oberbaumbrücke. Antes de iniciar a ponte, do lado contrário do rio, você já encontrará o famoso grafite Leviathan. Depois ande na direção contrária ao rio e pegue a esquerda na Schlesische Strasse.

Depois de andar por uma pequena quadra, também do lado esquerdo, você verá duas das mais famosas pinturas do bairro, do artista italiano BLU.

Depois de ver esses enormes grafites, pegue à direita na Cuvrystrasse e explore a arte de rua ao longo dela. Para ver um bom exemplo da renovação do bairro, pegue à esquerda na Wrangelstrasse e ande até a igreja Taborkirche. Nessa parte do bairro, vários prédios já foram renovados, assim como outras partes de Kreuzberg.

Andando pela Wrangelstrasse, no sentido contrário da Taborkirche, também podemos encontrar vários cafés e mercados, muitos deles pertencentes aos turcos. Explore a Wrangelstrasse.

Depois da caminhada pela Wragelstrasse, pegue à direita na Oppelnerstrasse. Lá você verá a famosa obra dos brasileiros Os Gêmeos, o Yellow man. Continuando pela Oppelnerstrasse temos o Burgermeister, uma das burguerias mais famosas de Berlim, que funciona num banheiro público do século XIX. Nós já comemos lá e aprovamos.

Depois dessa breve caminhada, pra quem quer andar mais por Kreuzberg aconselhamos pegar o U1 na Schlesisches Tor em direção à Uhlandstrasse e descer na Kottbusser Tor. Lá também tem muita coisa pra ver e explorar, mas aí já cabe em outro post.

Nós fazemos passeios guiados pelo bairro de Kreuzberg (entre outros bairros). Se você tiver interesse, entra em contato conosco!

Precisando de um guia brasileiro em Berlim? Dá uma olhada no que a gente pode ajudar!

Berlim, por quem mora e é apaixonado pela cidade.

Quem sou eu: Pacelli

Economista, mas apaixonado por filosofia, literatura, história e alta cultura, resolvi estudar os temas que aprecio em casa. Sempre procuro incluir essas temáticas nos meus posts sobre Berlim e Alemanha que você encontra por aqui.


Vale a pena comprar antecipadamente:


Que tal conhecer Berlim com a gente?

Nós saímos do Brasil e viemos para Berlim para iniciar uma atividade que nos traz muita felicidade: apresentar a vocês a cidade pela qual somos apaixonados.

Guia em Berlim, Passeio guiado em Berlim

Então se você está com viagem marcada para a capital alemã, entra em contato com a gente que será um prazer te acompanhar pela cidade mais interessante do mundo!


Não nos perca de vista! 

Pra receber em seu e-mail as novidades de Berlim e nossos posts completos é só assinar a nossa Newsletter.

Segue a gente no Facebook e no Instagram também!


Você quer organizar a sua viagem e ainda contribuir com o blog?

Você curte o nosso trabalho, pegou dicas legais aqui e gostaria de contribuir de alguma forma?

Nós fazemos parte de alguns programas de afiliados de empresas que conhecemos e confiamos. Se você usar algum de nossos links afiliados, nós ganhamos uma pequena comissão sem que você pague nada a mais por isso.

Não é massa?! Então abre e salva aí os nossos links no navegador de vocês:

Você pode usar esses links a qualquer momento e para qualquer tipo de serviço em qualquer lugar. Lembre-se apenas de salvá-los com o nosso número de afiliado ou de voltar aqui sempre que quiser usar algum deles.

A gente agradece de coração e interpreta como um sinal para continuar o trabalho por aqui! :)


Compartilhe o nosso trabalho:

Falar do nosso trabalho, comentar e compartilhar com os amigos é uma ótima maneira de nos ajudar a crescer!

Então vai lá, fala da gente pra alguém hoje... :)

11
17

17 Comments

  1. Muito legal, Pacelli! Um bairro muito maneiro mesmo, um dos meus preferidos da cidade.

    Abraço!

    • Nicole 21/10/2014 Reply

      A gente também adora explorar Kreuzberg, Pedro! 😉
      Abraços meus e do Pacelli!

  2. Erika Frossard 21/04/2015 Reply

    Adorando o blog! Voltaremos em junho a Berlim e ficaremos hospedados em Kreuzberg. Adorei aprender a falar o nome do bairro. Espero aproveitar para conhecer essa vizinhança ainda pouco explorada por nós.
    Uma pergunta: vocês acham que faz sentido alugar uma bike e rodar pelo bairro. Pelo que estou vendo, as coisas não são tãããão perto assim e prefiro sempre andar na superfície (evitando metro) pra poder aproveitar a vista…

    • Nicole 23/04/2015 Reply

      Oi Erika, obrigada!! 😀
      Vale a pena alugar a bicicleta para rodar pela cidade toda. Berlim é toda plana e em 40 minutos você vai de Kreuzberg a Moabit 😉

  3. Raquel Aguiar 17/08/2016 Reply

    Ehhh, que legal!!! Eu já estive por aí, mas não sabia a história do local, show! Beijos

    • Nicole 18/08/2016 Reply

      Obrigada por passar por aqui, Raquel! Beijão! :**

  4. Luiz 14/01/2018 Reply

    Olá…

    É tranquilo andar por qualquer lugar de Berlin, ou existem áreas barra-pesada?

    Pergunto porque um conhecido, que há tempos atrás foi estagiar na Alemanha, contou que entrou de gaiato em um casamento na área turca e foi expulso…

    • Nicole 19/01/2018 Reply

      Olá, Luiz,
      é tranquilo andar em Berlim, mas “entrar de gaiato em casamento na área turca” já não classificaria como “andar”…rsrs

  5. Fernanda de Oliveira 04/05/2018 Reply

    Olá! Estarei em Berlim em setembro/2018 e estava buscando hospedagem, e vi uma no AirBnb aí no bairro de Kreuzberg. É seguro hospedar-se lá? Ficaremos 4 dias. Muito obrigada!

    • Nicole 14/05/2018 Reply

      Berlim é toda segura, não há com que se preocupar nesse aspecto. Entretanto, tem áreas mais feias e áreas mais bonitas do bairro.
      Caso vocês desejem um auxílio mais especializado no roteiro de vocês, teremos muito prazer em auxiliar através da nossa consultoria. 🙂
      Entra em contato com a gente!

  6. michelline 16/08/2018 Reply

    estaremos em Berlim no final de outubro e gostaria de saber quanto sairia pra fazer um passeio por Kreuzberg, que durasse mais ou menos uma tarde, ja que pela manha estamos pensando em ir ao campo de concentração. Somos duas pessoas. Agradeço desde ja.

    • Nicole 22/08/2018 Reply

      Olá, Michelline! Teremos muito prazer em acompanhar vocês pelo bairro. Enviei um e-mail para você com mais informações sobre nossos serviços. Caso você não receba, por favor entre em contato aqui.
      Abraços!

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.