Cuidados que você deve tomar em Berlim

Este é um post que eu não gostaria de ter que fazer, mas infelizmente também na capital alemã é preciso tomar alguns cuidados para evitar dores de cabeça durante a sua viagem.

Por experiência, temos algumas dicas para vocês não passarem perrengue:

Com os taxistas

taxi.eu-Marktführer-in-Berlin

Infelizmente é também preciso tomar cuidado com os taxistas em Berlim. Não é tão grave quanto em outras cidades (como a má fama de Praga, por exemplo), mas já aconteceu com um de nossos viajantes e por isso resolvi alertar a todos vocês.

Os táxis aqui em Berlim devem sempre ligar o taxímetro e acoplado a ele geralmente tem um GPS onde você pode ir avaliando o caminho feito. O taxímetro estando ligado, não há possibilidade (ou pelo menos nunca ouvimos falar) de truques. Não deixe um taxista levar vocês caso ele alegue que não vai ligar o taxímetro.

Se você quiser, pode calcular previamente sua rota e uma média de valor em sites com o taxi-calculator; assim você já tem uma ideia de quanto vai gastar com a corrida. Entretanto fique aberto às variações devido à quantidade de pessoas, malas e diferentes horários.

Com os joguinhos na rua

Hxtchenspieler_37632918.original.large-4-3-800-434-0-2811-1786

Em pontos turísticos como a Alexanderplatz, o Checkpoint Charlie, a Potsdamer Platz e a Unter den Linden, é comum ver grupinhos reunidos em volta de um tapete no chão com três caixinhas e uma bolinha. É um jogo de apostas em que a vítima acredita ser idôneo, mas é levado a um golpe.

Os demais apostadores são parte do bando e levam você a crer que é possível vencer a aposta. No fim das contas, você com certeza perderá 50 euros.

huetchenspieler-in-berlin-man

A polícia de Berlim vive avisando sobre esses casos, mas infelizmente eles não tem como prender os golpistas por falta de provas.

Com os “pickpockets”

pickpocketing

Os “pickpockets” são os “mãos-boba” que levam sua carteira, celular e objetos de valor sem que você se dê conta. Para evitar esse desagrado, fique ligado:

Não deixe sua bolsa/mochila em nenhum lugar longe de você.

Se tiver passando por lugares com muitas pessoas, coloque sua mochila para frente. Pontos como a Alexanderplatz e o Checkpoint Charlie já são conhecidos focos de pickpockets.

Jamais coloque celular/carteira no bolso de trás da calça.

– Leve documentos importantes, a maior parte do dinheiro e cartões em uma doleira ou no bolso interno do casaco.

ciganos

Preste atenção em pessoas que se aproximam com a intenção de distrair você – normalmente ciganos que chegam pedindo para você assinar algo ou querendo ler a sua mão, qualquer coisa do tipo. Não dê trela, não deixe que se aproximem e segurem bem os seus pertences. Eles tem mãos leves (inclusive as crianças).

Uma boa ideia que vi de um de nossos viajantes é fechar a mochila com um cadeado pequeno e deixar a chave no bolso da calça ou em um colar. É meio chato para abrir quando preciso, mas fazer o que né.

Fui furtado, e agora?

Minha cara quando descobri que minha carteira havia sido furtada...

Minha cara quando descobri que minha carteira havia sido furtada…

Infelizmente já passei por essa experiência quando tive minha carteira surrupiada da minha mochila em Janeiro.

Isso nunca tinha acontecido comigo (ainda bem), mas já tinha ouvido falar de outros casos. Apesar de não ser uma cidade perigosa, infelizmente o número de furtos tem subido em Berlim.

Eu normalmente sou bem ligada na minha mochila, mas dessa vez o ladrão conseguiu levar na mão leve, com a mochila nas minhas costas. Eu não percebi nada na hora, só vi o estrago depois que sentei no metrô.

Bateu uma raiva e tristeza enorme, já que o ladrão levou, além dos cartões e documentos, o fruto do meu dia inteiro de trabalho.

Mas essas coisas acontecem, bola pra frente. Pelo menos posso contar a vocês o passo-a-passo a ser seguido caso você seja furtado em Berlim.

Ligue para sua operadora de cartão imediatamente

Bloqueie todos os seus cartões de crédito e débito assim que perceber que sumiram. Esse é o passo mais importante, pois os ladrões podem fazer compras absurdas com seu cartão pela internet. E depois para você provar que não foi você e requerer o dinheiro de volta vai dar o maior trabalhão (e você não necessariamente vai conseguir).

Registre o caso na polícia

23695262,20618639,highRes,3crh0445

Você vai precisar registrar na polícia se tiver que comprovar o roubo em algum momento. É mais do que aconselhável que a polícia seja procurada nesses casos. Procure um policial na rua, caso você não encontre, vá até alguma delegacia.

Perto dos locais turísticos há uma maior probabilidade de você ser atendido em inglês, entretanto não é garantia. Se você tiver a possibilidade de ir com alguém que fale alemão, melhor ainda. Caso contrário, não se preocupe, de qualquer forma eles tem lá um formulário em inglês que você poderá responder sem problemas. No final você receberá o seu B.O., mais do que isso os policiais realmente não vão fazer.

Lá você precisará lembrar o que tinha em sua carteira ou os detalhes do que foi roubado (caso tenha sido a mochila toda, outros objetos e etc.).

Procure por seus pertences

Depois de prestar queixa, você pode procurar seus pertences (geralmente a própria carteira com os documentos) nesta plataforma online da central de achados e perdidos da cidade de Berlim (infelizmente só em alemão). Também é possível ir pessoalmente lá no Zentrales Fundbüro na Platz der Luftbrücke 6, 12101, próximo à estação U6 Platz der Luftbrücke.

No caso de seu passaporte ou documentos brasileiros também terem sido levados, entre em contato com a Embaixada Brasileira em Berlim. Quem encontrar seus documentos pode perceber que são brasileiros e contactá-los.

Espero que vocês não precisem passar por isso! Tomando os devidos cuidados necessários em quase toda cidade grande, tudo vai correr sem problemas.

Posts relacionados/úteis:

Como comprar passagem de trem pelo site da DB
Como viajar de ônibus pela Alemanha e Europa
Como é o clima em Berlim?

Quem sou eu: Nicole

Desde os 3 anos fiz da leitura a minha melhor aliada. Mas diferente de Pacelli, de vez em quando preciso dar uma pausa nos livros de filosofia, história e política e partir para ler um romance. Por gostar de escrever de forma didática, sou responsável pela maior parte dos posts práticos aqui do blog.


Vale a pena comprar antecipadamente:


Que tal conhecer Berlim com a gente?

Nós saímos do Brasil e viemos para Berlim para iniciar uma atividade que nos traz muita felicidade: apresentar a vocês a cidade pela qual somos apaixonados.

Guia em Berlim, Passeio guiado em Berlim

Então se você está com viagem marcada para a capital alemã, entra em contato com a gente que será um prazer te acompanhar pela cidade mais interessante do mundo!


Não nos perca de vista! 

Pra receber em seu e-mail as novidades de Berlim e nossos posts completos é só assinar a nossa Newsletter.

Segue a gente no Facebook e no Instagram também!


Você quer organizar a sua viagem e ainda contribuir com o blog?

Você curte o nosso trabalho, pegou dicas legais aqui e gostaria de contribuir de alguma forma?

Nós fazemos parte de alguns programas de afiliados de empresas que conhecemos e confiamos. Se você usar algum de nossos links afiliados, nós ganhamos uma pequena comissão sem que você pague nada a mais por isso.

Não é massa?! Então abre e salva aí os nossos links no navegador de vocês:

Você pode usar esses links a qualquer momento e para qualquer tipo de serviço em qualquer lugar. Lembre-se apenas de salvá-los com o nosso número de afiliado ou de voltar aqui sempre que quiser usar algum deles.

A gente agradece de coração e interpreta como um sinal para continuar o trabalho por aqui! :)


Compartilhe o nosso trabalho:

Falar do nosso trabalho, comentar e compartilhar com os amigos é uma ótima maneira de nos ajudar a crescer!

Então vai lá, fala da gente pra alguém hoje... :)

18
19

19 Comments

  1. Camilian 09/07/2015 Reply

    Nossa Nicole! Estou passada.
    Excelente post e alerta para todos! Eu nunca havia imaginado tal situacao aqui na Alemanha…. Passei por isso no Brasil em um mercado e descobri na hora que fui pegar a carteira para pagar as compras 🙁 fiquei indignada, assustada, um mix de sentimentos…

    • Author
      Nicole 19/07/2015 Reply

      É triste, Camilian 🙁

  2. Robson 17/10/2015 Reply

    Esse jogo da bolinha brasileiro conhece muito bem, no centro da cidade de São Paulo é bem antigo!

    • Author
      Nicole 17/10/2015 Reply

      Olha Robson, eu achava que brasileiro era ligado nisso tudo, até que infelizmente alguns deles caíram em alguns desses truques (inclusive no das bolinhas), rss. Inclusive foi quando decidi fazer o post… prevenir nunca é demais 😉

  3. Adilson 27/03/2016 Reply

    Infelizmente fui alvo de pickpockets no aeroporto Tegel, logo na chegada em Berlim. Fui infeliz em não tomar todos os cuidados recomendados aqui no blog. Estava com a mochila nas costas e levando uma mala, enquanto minha esposa pedia informações sobre o ônibus que deveríamos pegar. Neste meio tempo, o meliante pegou meus óculos escuros e parte de nosso dinheiro que estavam na mochila. Isto tudo, sem eu perceber nada. Só fui sentir a falta, tempo depois quando já havíamos deixado o aeroporto. Portanto, tomem muito cuidado, nos locais já destacados pela Nicole e, também no aeroporto. Levamos um tempo para nos recuperar do susto e seguir nosso passeio numa boa. Fica uma sensação de indignação, raiva e tristeza de alguém levar o fruto de nosso trabalho. Fiquei mais indignado pois foi a primeira vez que fui roubado, e o pior que foi fora do Brasil. Devo confessar que por estar chegando na Europa estava com aquela sensação “estou fora do Brasil, agora estou seguro!”. Mas enfim, bens materiais recuperamos e o principal é que estávamos bem para aproveitar a viagem. Mas fica a lição para sempre estar atento, mesmo na Europa.

    • Author
      Nicole 28/03/2016 Reply

      Muito obrigada pelo seu comentário, Adilson! Como já falei a você, sinto muito que tenha acontecido isso. Mas que bom que vocês conseguiram aproveitar a viagem depois do incidente. Infelizmente isso tem acontecido cada vez mais e o maior alvo deles são mesmo os turistas distraídos 🙁
      Abraços!

  4. Giovanna Spada 16/06/2016 Reply

    Passei por esse golpe do táxi =/
    Peguei o táxi do aeroporto pro hotel e chegando no hotel ele ligou o taxímetro. Foi aquele assalto!
    Achei que não ia mais dar pra andar de táxi em Berlim.
    Pior que depois que vc se toca fica se sentindo a pessoa mais idiota da face da terra!
    Mas tudo bem, vivendo e aprendendo!

    • Author
      Nicole 16/06/2016 Reply

      Poxa, Giovanna, sinto muito 🙁
      É exatamente por isso que quis escrever esse post, pra tentar evitar que nossos leitores caiam em golpes como esse. Horrível mesmo. Caso aconteça outra vez, pague, mas anote a placa do táxi e avise no hotel para orientarem você a abrir um boletim de ocorrência na Polícia. Por aqui eles não deixam essas coisas barato não…
      Abraços e obrigada pelo comentário! É bom pra alertar o pessoal.

  5. Rozembergue 14/08/2016 Reply

    Ótimo post e ótimas dicas de segurança.
    Nossa, nem me lembrava dos ciganos que vem com uma prancheta pedindo para assinar o papel, muitas vezes crianças e adolescente. Tem muitos deles em Paris também. Eu cheguei a tomar raiva deles. O pior é que muita gente da atenção, assina o papel e ainda dá alguns euros para eles.
    Tem que tomar cuidado mesmo.
    Um abraço!

    • Author
      Nicole 18/08/2016 Reply

      Pois é, Rozembergue!! Uma vez uns clientes caíram nesse golpe da prancheta. Eles assinaram e aí um monte de ciganos se juntaram e pressionaram eles a pagar 10 euros, dizendo que eles tinham assinado concordando em pagar e que se não o fizessem iriam chamar a polícia. Já pensou? E turista desligado fica com medo e paga pra se livrar. Que raiva, viu! Por isso fiz questão de escrever esse post pra alertar.
      Obrigada pelo comentário.
      Abraços!

  6. Marcelo 05/09/2016 Reply

    Boa tarde . Seu Blog é ótimo. Mas sinceramente não consegui ver essa hospitalidade do povo alemão (Berlim) com os turistas. Achei-os muito arrogantes.

    • Author
      Nicole 08/09/2016 Reply

      Oi, Marcelo, que pena que você teve esta experiência. Em geral os brasileiros saem daqui bastante satisfeitos com a gentileza dos alemães. Mas em todo canto do mundo tem os mal educados e grosseiros, aqui não é diferente. Fico triste que você tenha saído com essa impressão e espero que tenha a chance de modificá-la um dia. 😉
      Abraços

  7. André Roberto 26/10/2017 Reply

    Estou com o Marcelo. Fiquei 20 dias na Noruega, e segundo pra muitos os noruegueses são na deles e bla bla bla, foram os mais hospitaleiros e super compreensiveis em todos os momentos.

    Em Berlin eu fui fazer compras, mas minha carteira estava no fundo da machila, pois fui enfiando algumas tranqueira que ia comprando em cima, o cara super arrogante dizendo: “HEY, DON’T YOU HAVE MONEY?”

    Va se fuder.. Eu disse que estava procurando a carteira, estava contando as moedas para dar trocado e logo soltando essas. LKarguei as coisas lá e fui embora na raiva.

    Para.. se acham muito e são nada perto da Escandinávia. Desculpa, mas essa é a verdade.

    • Author
      Nicole 01/11/2017 Reply

      Olá, André,
      que pena que você tenha passado por essa má experiência na cidade. De qualquer forma, não deves generalizar. Gente mal educada tem em todo canto; alguns lugares mais, noutros menos, claro. Por enquanto aqui em Berlim escutamos 98 boas experiências contra 2 ruins. Sinto que uma delas tenha sido com você.
      Abraços.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*