A Alemanha e os refugiados

É grande a repercussão dos refugiados aqui em Berlim. Já se fala até da maior onda migratória desde a Segunda Guerra. A Alemanha hoje é um dos países que mais bem recebem esses refugiados e a preferência dessas pessoas pelo país é notável.

Sem entrar no polêmico tópico sobre os alemães terem sido os causadores da guerra, fato é que de 8 a 12 milhões de alemães, ou simplesmente germanófonos, foram expulsos de países do leste europeu. No final da Segunda Guerra, cerca de 500 mil deles foram morrendo no caminho.

lehter_bahnhof_1945_refugees

Berlim, 1945: chegada de refugiados do front oriental

Berlim, 1945: chegada de refugiados do front oriental

Berlim, 1945: chegada de refugiados do front oriental

Mesmo com o país destruído, a Alemanha recebeu aqueles que chegavam. E nem todos esses refugiados “alemães” foram para a Alemanha, muitos se espalharam pelo mundo, indo, inclusive, para o Brasil.

Ainda bem antes disso, as ondas migratórias de alemães para as Américas foram gigantescas. Nos EUA começaram ainda na primeira metade do século XIX. Eram refugiados alemães em busca de melhores condições de vida.

Já em 1870 viviam 40 milhões de pessoas nos EUA, dentre eles 6 milhões de alemães. A Alemanha era o pobre país das batatas, com frequentes más colheitas. Só a partir do início do século XX é que a coisa começa a se inverter, e a Alemanha recebe mais pessoas de outros países do que perde.

Num caso ainda bem mais recente do que a Segunda Guerra, 5 milhões de alemães fugiram da antiga Alemanha Oriental e se refugiaram na Ocidental. Isso principalmente no intervalo entre 1949 e 1961, quando o Muro de Berlim foi construído.

1989: alemães do Leste cruzando a fronteira para o Oeste

1989: alemães do Leste cruzando a fronteira para o Oeste

O histórico do país com migrações por diversos motivos é vasto e antigo. Isso não significa que dessa vez também não será um desafio. Esperamos que esses refugiados sejam muito bem tratados, integrem-se e também saibam reconhecer os esforços do país acolhedor.

 

Fontes:
Livro “Alemanha, 1945″ de Richard Bessel, link na Amazon.
Reportagem especial “Massenauswanderung” no jornal alemão Die Zeit.

Se você gostou desse post, dá uma olhada também:

Berlim, 1945: a paz não começa com o fim da guerra (parte 1)
Berlim, 1945: a paz não começa com o fim da guerra (parte 2)
20 anos da queda do muro: um momento de reflexão
e outros posts na nossa tag história

Quem sou eu: Pacelli

Economista, mas apaixonado por filosofia, literatura, história e alta cultura, resolvi estudar os temas que aprecio em casa. Sempre procuro incluir essas temáticas nos meus posts sobre Berlim e Alemanha que você encontra por aqui.


Vale a pena comprar antecipadamente:


Que tal conhecer Berlim com a gente?

Nós saímos do Brasil e viemos para Berlim para iniciar uma atividade que nos traz muita felicidade: apresentar a vocês a cidade pela qual somos apaixonados.

Guia em Berlim, Passeio guiado em Berlim

Então se você está com viagem marcada para a capital alemã, entra em contato com a gente que será um prazer te acompanhar pela cidade mais interessante do mundo!


Não nos perca de vista! 

Pra receber em seu e-mail as novidades de Berlim e nossos posts completos é só assinar a nossa Newsletter.

Segue a gente no Facebook e no Instagram também!


Você quer organizar a sua viagem e ainda contribuir com o blog?

Você curte o nosso trabalho, pegou dicas legais aqui e gostaria de contribuir de alguma forma?

Nós fazemos parte de alguns programas de afiliados de empresas que conhecemos e confiamos. Se você usar algum de nossos links afiliados, nós ganhamos uma pequena comissão sem que você pague nada a mais por isso.

Não é massa?! Então abre e salva aí os nossos links no navegador de vocês:

Você pode usar esses links a qualquer momento e para qualquer tipo de serviço em qualquer lugar. Lembre-se apenas de salvá-los com o nosso número de afiliado ou de voltar aqui sempre que quiser usar algum deles.

A gente agradece de coração e interpreta como um sinal para continuar o trabalho por aqui! :)


Compartilhe o nosso trabalho:

Falar do nosso trabalho, comentar e compartilhar com os amigos é uma ótima maneira de nos ajudar a crescer!

Então vai lá, fala da gente pra alguém hoje... :)

7
2

2 Comments

  1. Virgínia 26/11/2015 Reply

    Olá !

    Tenho planos de visitar a Alemanha no primeiro semestre do próximo ano e seguir para Praga,Viena e Budapeste. Gostaria de saber se o controle nas fronteiras está prejudicando ou se vocês acreditam que possa dificultar uma viagem de férias… Sabem me dizer se está muito demorado ?

    Desde já, agradeço pela atenção e por qualquer informação a respeito.

    Virgínia

    • Nicole 27/11/2015 Reply

      Olá Virgínia, vida normal. Pode vir tranquila!
      Abraços

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.